Depois de anos sendo um pop culture junkie, finalmente resolvi canalizar minhas energias em algo útil (assim, dependendo da sua perspectiva). Esse blog tem, portanto, o objetivo de documentar quem está causando na cultura pop mas não comentando do óbvio e sim antecipando tendências e o que está por vir. E-mail me @ tacausando@gmail.com. Mais sobre a nossa proposta.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Tamar Braxton no topo do iTunes: como isso aconteceu?


Por toda a paixão e sucesso que trashy reality television tem gerado nos EUA, o gênero não é exatamente conhecido por lançar estrelas em ramos de respeito -- atuação, canto, etc. (com a exceção, óbvio, dos de talento como Idol). Por isso, ao fazer meu check diário do iTunes estado-unidense, eu tomei um susto ao ver o primeiro lugar: Tamar Braxton.

De onde? Porque? Eu tento ser completamente antenado em tudo e nunca tinha notado absolutamente nenhum burburinho a respeito da música ou de Tamar.

Versão resumida (e injusta): a canção alcançou o topo graças a Lady Gaga.

Versão longa: Tamar é irmã de Toni Braxton, a superstar do R&B americano dos anos 90 que, depois de um período de prosperidade, caiu no esquecimento e não conseguiu emplacar nenhum hit. Toda cheia de débitos, ela fez o que qualquer former estrela em busca de dinheiro fácil faz: resolveu estrelar o seu próprio reality show.

Braxton Family Value estrelava Toni junto com suas irmãs -- Traci, Towanda e Tamar (esses nomes são muito bons gente) -- e mãe, Evelyn, e foi ao ar no WeTV, um canal direcionado a mulheres relativamente pequeno. Rapidamente, o programa das Braxton virou o maior sucesso do canal.

Mas o WEtv, como eu já disse, é um canal que, apesar de veterano (15 anos no ar) e alguns hits (Bridezillas, mais notavelmente), nunca virou uma household brand. Enquanto as Kardashians alcançam 3 milhões para o E!, as Housewives chegam aos 5 milhões no Bravo e, em seus dias dourados, Jersey Shore alcançava 7 milhões para a MTV, bastou 900 mil pessoas para as Braxton viraram o maior hit do WE.

Em todo o caso, Braxton Family Values foi um sucesso e a WE fez o que qualquer canal a cabo americano faz quando emplaca um reality hit: começou a desenvolver um spin-off. E assim nasceu Tamar & Vince, acompanhando o casamento da moça com o bem-sucedido produtor Vincent Herbert.

Bom, como vocês podem ver, a moça tem uma carreira televisiva bastante respeitável e relativamente bem-sucedida. Mas isso não garante uma posição no top 100 do iTunes, muito menos no Top 10. Alcançar o topo -- algo que muitos A-listers não conseguem -- é algo ainda mais raro.

Mas Tamar lançou sua primeira música, Love and War, e contra absolutamente todas as expectativas a canção alcançou o top 10 e depois o top 5 e rapidamente ela estava em segundo lugar.

E foi ai que Lady Gaga entrou na história: as duas são amississimas e Vince, o marido dela, foi um dos responsáveis por Gaga assinar com a Interscope. Por isso, a cantora não hesitou em promover o lançamento para seus 32 milhões de seguidores:

K I NEVER PROMOTE ARTISTS but if u want your mind blown check "Love & War" She's Toni Braxton sister + her voice is BEYOND

MYSELF AND have been the best of friends since her husband Vincent discovered + signed me when I was 20. SHE IS INCREDIBLE

Buy "Love And War" It would mean a lot to me monsters if u would support her. Its her turn to shine. #2 on iTunes!!

E assim, a música alcançou o topo.

Mas vamos colocar as coisas em perspectiva: sem nenhuma promoção além de um reality show razoavelmente bem-sucedido,  a música alcançou a segunda posição no iTunes estado-unidense, a maior loja digital do planeta.

Alias, vamos deixar uma coisa clara: o fato é ainda mais chocante quando se leva em conta que é um R&B. Muitos dos maiores vendedores do gênero -- Mary J Blige, Trey Songz e até Usher -- tem enorme dificuldade de emplacar singles no topo do iTunes (a não ser com músicas dance como OMG do Usher ou Bottoms Up de Trey).

E Gaga é famosa e popular mas, né? Ela não conseguiu emplacar muitas das suas próprias músicas (Marry the Night? You & I?), não é um tweet que fez com que Love & War atingisse o topo.

Minhas considerações sobre a música: completamente diferente de tudo que tá estourando no momento, uma balada R&B bem tradicional com vozeirão e gritaria. Eu gostei bastante. Agora, se ela vai conseguir manter o momentum é algo que teremos que julgar com o tempo.

Enquanto isso, a música também está escalando o iTunes do Reino Unido. Vamos ver o quão longe ela vai chegar ou se, assim como a carreira de Toni, vai empacar depois de alguns minutos.

E falando em músicas de sucesso, se vocês lêem o blog, vocês sabem que eu não gosto de me vangloriar (ha. Se vocês realmente lêem o blog, vcs sabem que o que eu acabei de escrever é uma mentira) mas ó: orgulho de 2012 foi escrever sobre Call Me Maybe e Somebody That I Used to Know antes delas explodirem globalmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu