Depois de anos sendo um pop culture junkie, finalmente resolvi canalizar minhas energias em algo útil (assim, dependendo da sua perspectiva). Esse blog tem, portanto, o objetivo de documentar quem está causando na cultura pop mas não comentando do óbvio e sim antecipando tendências e o que está por vir. E-mail me @ tacausando@gmail.com. Mais sobre a nossa proposta.

sábado, 22 de maio de 2010

De Olho Nele: Jason DeRulo



Quando Jason DeRulo surgiu na cena, com o single Whatcha Say, achei que ele seria mais um one hit wonder. Um daqueles milhares de cantores de música urbana que aparecem nas paradas durante algumas semanas antes de despontar para o anonimato.

A música, que usava samples de Hide & Seek da interprete britânica Imogen Heap, teve um tremendo staying power, chegando ao topo do Hot 100 nos EUA, onde vendeu mais de 3 milhões de cópias, e alcançando o top 5 tanto na Austrália quanto na Grã-Bretanha.



Alguns meses depois, eu tive que admitir que minha percepção original estava errada: DeRulo emplacou outro gigantesco sucesso. In My Head, seu segundo single, alcançou o top 5 nos EUA e o primeiro lugar tanto na Austrália quanto na Grã-Bretanha.

E, quando In My Head finalmente saiu do top 10, Jason atacou com um novo smash hit: Riding Solo, o terceiro single, já alcançou o segundo lugar no Reino Unido e o sexto na Austrália.


In My Head - Jason DeRulo

DeRulo é um dos grandes hit makers do momento mas, por enquanto, o garoto de 20 anos é muito mais um single act do que um album act. Ou seja, suas músicas causam enorme impacto nas paradas mas não fazem o principal: vender o CD. O álbum está tendo vendas decentes (tendo alcançado o top 10 no UK e o top 5 na Austrália) porém bem distante dos números impressionantes dos singles. Isso significa que sua gravadora continuara investindo bastante nele porém o objetivo (fazer com que ele venda CDs) ainda não foi atingido.

Jason tem definitivamente uma inteligentissima equipe de marketing atrás dele. A idéia de fazê-lo cantar seu nome no começo de todas as canções, por exemplo, é brilhante: além de martelar o nome do interprete na cabeça das pessoas, algo muito importante para um artista novato, a idéia foi extremamente bem aceita pelo público. No Facebook, mais de 900 mil pessoas são partes de grupos (como esse e esse e esse e esse) que referenciam essa prática. Ou seja, mais gente é fã dessas introduções do que de DeRulo como artista (seu grupo oficial tem 450 mil fãs).



Na minha cabeça, sempre vi DeRulo e outro artista novato, Iyaz, como rivais. Apesar de ambos serem atos urbanos, cada um deles vai por um caminho diferente: Jason é mais um típico popstar que canta e dança (na mesma linha do Usher, por exemplo) enquanto Iyaz lembra mais artistas como Akon. Porém, é difícil para mim não compara-los. Para começar, ambos surgiram ao mesmo tempo. No fim do ano passado, os primeiros singles dos dois, Replay e Whatcha Say, disputaram o topo do Hot 100 da Billboard (DeRulo conseguiu o primeiro lugar, mas Iyaz também fez bonito, alcançando o segundo) e, nas primeiras semanas de 2010, a música de estréia do interprete caribenho foi lançado simultaneamente com o segundo single de DeRulo na Austrália e na Grã-Bretanha (nesse caso, ambos conseguiram alcançar o topo com DeRulo substituindo Iyaz nas paradas britânicos e o contrário acontecendo na Austrália).

Como se isso não fosse o suficiente, o segundo single de Iyaz e o terceiro de Jason também foram lançados ao mesmo tempo. O de DeRulo, Ridin' Solo, traz o cantor comemorando o fato dele finalmente estar solteiro (I'm feeling like a star/you can't stop my shine/I'm loving cloud nine/my head's in the sky/I'm solo/I'm riding solo) enquanto o de Iyaz, Solo, fala sobre tristeza pós-separação (Cuz I was so high/And now I'm so low/And I don't wanna walk around alone, solo/Said I don't want to walk this earth/If I gotta do it solo). Como vocês podem ver, é realmente difícil não compará-los.



Porém, recentemente descobri que "rivais" talvez não seja o termo certo, uma vez que ambos tem o mesmo produtor por de trás: J.R. Rotem. Foi J.R. que produziu Whatcha Say e Replay e In My Head e Riding Solo e Solo. O que provavelmente explica tantas coincidências...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu