Depois de anos sendo um pop culture junkie, finalmente resolvi canalizar minhas energias em algo útil (assim, dependendo da sua perspectiva). Esse blog tem, portanto, o objetivo de documentar quem está causando na cultura pop mas não comentando do óbvio e sim antecipando tendências e o que está por vir. E-mail me @ tacausando@gmail.com. Mais sobre a nossa proposta.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Gata da vez: Betty White


Betty White: Rock 'n' roll bitches

Hollywood é um lugar cruel, principalmente com as mulheres. Grande parte das estrelas são descartadas quando elas atingem certo nível de maturidade e é possível contar nos dedos das mãos a quantidade de A-listers do sexo feminino com mais de 45 anos. Por tanto, é surpreendente que uma das celebridades mais amadas dos EUA no momento seja Betty White, 88 anos.

Betty começou como modelo no começo dos anos 40, co-apresentou inúmeros game shows (sendo, em 1982, a primeira mulher a ganhar o prêmio de Outstanding Game Show Host nos Emmy's), estrelou a sitcom Life with Elizabeth por dois anos e fez o papel de Sue Ann na icônica comédia The Mary Tyler Moore Show. Ela foi uma das poucas mulheres a apresentar seu próprio talk-show (apesar dele ter durado pouquíssimo tempo), já teve centenas de participações especiais na televisão e, no fim dos anos 70, produziu e estrelou sua própria comédia, The Betty White Show. Ela também já foi indicada a mais de 20 prêmios Emmy (o Oscar da televisão), tendo saído vitoriosa seis vezes.

Apesar disso tudo, sua brilhante trajetória não explica o motivo da sua ressurgência em popularidade. Afinal, existem centenas de estrelas com carreiras multi-premiadas e papéis icônicos que são completamente ignorados pela geração jovem. Porque Betty, de quase 90 anos, está atualmente experimentando um novo ápice em sua carreira? Porque jovens estão tão apaixonados por essa senhora?

Apesar de ter uma carreira longuíssima na televisão, a atual geração a conhece da sitcom The Golden Girls onde ela fez o papel da ingênua Rose durante sete temporadas.


As Golden Girls

The Golden Girls, conhecido no Brasil como As Super Gatas, é uma das comédias televisivas mais bem sucedidas da televisão estado-unidense e se destaca por ser o único programa com mulheres na terceira idade como protagonistas a alcançar tamanho sucesso. O programa começou a ser exibido em 1985 e ficou no ar até 1992. Nos EUA, a sitcom, que narra a vida de sete mulheres aposentadas que vivem juntas na Florida, é reprisada até os dias de hoje por vários canais e continua enormemente popular. O fato do programa ter se mantido no ar em syndication fez com que White, assim como suas companheiras de elenco, continuasse fresca na memória do público.

No ano passado, Betty retornou em grande estilo com um papel de destaque na comédia romântica The Proposal, onde ela interpretava a avó do protagonista (Ryan Reynolds). O filme, que também estrelava Sandra Bullock, foi um dos maiores sucessos de 2009, lucrando mais de 300 milhões de dólares. E Annie, a amalucada avó interpretada por White, foi unanimemente considerada um dos pontos altos do filme, roubando o holofote de Reynolds e Bullock.


Betty abraça Bullock e Reynolds em A Proposta

Ver a atriz num papel que não era Rose relembrou o público que ela não só era extremamente carismática como também era altamente hilariante. Além disso, apesar de Betty já ter quase 90 anos e, graças a sua bem sucedida carreira e os residuais de Golden Girl, ser extremamente rica, o fato dela continuar ativa e trabalhando duro causou impacto positivo em muita gente.

"A Proposta" colocou White de volta no holofote. Ela deu entrevistas aos principais veículos de imprensa afirmando que aposentadoria não estava em seu vocabulário, foi coroada uma Disney Legend e, nos Prêmios SAG, ganhou um Lifetime Achievment Awards.

No começo desse ano, Betty White foi convidada para estrelar um anuncio da barra de chocolate Snickers que seria exibido pela primeira vez dentro do Super Bowl. O Super Bowl é o principal evento esportivo dos EUA, a grande final do futebol americano que, ano após ano, registra audiências recordes. Os comerciais são tão importantes quanto o jogo em si: cada companhia gasta 3 milhões de dólares só para garantir um spot de 30 segundos durante a partida e a expectativa por parte do público é gigantesca.



O Superbowl desse ano foi visto por mais de 100 milhões de pessoas, se tornando o evento televisivo mais visto da história dos EUA. E o anúncio do Snickers, estrelando Betty White, foi votado como o favorito do publico de acordo com uma pesquisa feita pelo USA Today, o jornal mais lido do país.

Alguns dias depois do Superbowl, uma campanha no Facebook pedindo para que Betty White apresentasse o Saturday Night Live -- uma honra reservada as celebridades mais quentes do momento -- ganhou atenção da imprensa. Rapidamente, mais de 500 mil pessoas tinham se juntado ao grupo para apoiar a causa. Algumas semanas depois, Betty confirmou que ela iria estrelar um episódio do icônico sketch show.

Jay Leno, que estava com a imagem completamente desgastada, se aproveitou do carisma da Golden Girl para se redimir com o público, chamando-a para ser sua primeira convidada em seu retorno ao comando do The Tonight Show.

Já o canal a cabo TV Land não mediu esforços para transformar o personagem de Betty na nova sitcom Hot in Cleveland, originalmente uma participação especial no piloto, em um papel fixo e, quando eles finalmente conseguiram convence-la a assinar o contrato, não hesitaram em mandar uma press release para todos os principias meios de comunicação anunciando que eles tinham signed the hottest woman in town.

Hot indeed. Betty White é a prova que você não precisa ter 20 e poucos anos, um corpo gostoso, atenção dos tablóides e um reality show no E! para se manter relevante. Vida longa para ela!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu