Depois de anos sendo um pop culture junkie, finalmente resolvi canalizar minhas energias em algo útil (assim, dependendo da sua perspectiva). Esse blog tem, portanto, o objetivo de documentar quem está causando na cultura pop mas não comentando do óbvio e sim antecipando tendências e o que está por vir. E-mail me @ tacausando@gmail.com. Mais sobre a nossa proposta.

sábado, 30 de janeiro de 2010

Late night fiasco: Conan versus Leno



"Senhoras e senhores, temos exatamente uma hora para roubar tudo que está nesse estúdio". Com essas palavras Conan O'Brien abriu o episódio do dia 22 de janeiro de 2010, que marcava sua despedida do Tonight Show. Em tom de brincadeira, ele começou seu monólogo listando todos os possíveis usos para seu estúdio depois de sua partida. Entre as opções, o local poderia abrigar "o primeiro encontro anual das amantes de Tiger Wood". Também poderia armazenar o óleo que o elenco de Jersey Shore usa no cabelo e no peitoral ou poderia ser deixado vazio, triste e frio, se tornando assim "uma grande metáfora para o estado da programação atual da NBC".

Depois, Conan ficou sério: "A imprensa tem especulado muito em relação ao que posso ou não falar sobre a NBC. E a verdade é que eu posso falar o que eu bem entender. E o que eu quero falar é o seguinte: entre meu tempo no Saturday Night Live, no Late Night Show e no The Tonight Show, eu estive na NBC durante mais de 20 anos. Apesar de tudo, a NBC foi minha casa durante grande parte da minha vida adulta e estou orgulhoso do trabalho que nós fizemos juntos e gostaria de agradecer por tudo".

Depois do monólogo, Beck, Ben Harper, Will Ferrell, o próprio Conan e a banda do programa se juntaram para tocar Free Bird, de Lynyrd Skynyrd. Ao som de If I leave here tomorrow/Would you still remember me?/For I must be travelling on, now/'Cause there's too many places I've got to see/But if I stayed here with you, girl/Things just couldn't be the same/'Cause I'm as free as a bird now/And this bird you cannot change, o programa chegou ao fim.

O final fez a emissão bater recordes de audiência. Todos concordaram que foi um encerramento extremamente bonito e emocionante. Só teve um detalhe: diferente de seus antecessores Jay Leno e Johnny Carson que apresentaram o The Tonight Show durante 30 e 17 anos respectivamente, O'Brien durou menos de 1 ano no posto. Apesar do stint dele como apresentador do talk show mais importante da TV americana ter sido de apenas 7 meses, a história começa na verdade faz 18 anos.

Apresentar um talk show no late night é o maior sonho de absolutamente todos os comediante americanos. Em 1992, depois de 30 anos comandando o The Tonight Show, Johnny Carson finalmente resolveu passar o bastão adiante e realizar o sonho de outro humorista.

Jay Leno assumiu o cargo em meio a uma polêmica. Muitos acreditavam, inclusive o próprio Carson, que seu sucessor natural era David Letterman, apresentador do Late Tonight Show, programa que era exibido logo após o Tonight Show. Letterman era um grande sucesso, tinha uma audiência fixa e mais de 10 anos de experiência. Apesar disso tudo, a NBC resolveu não promove-lo e deu o cargo para Leno. O motivo para isso foi que, como substituto oficial de Carson, o público já estava acostumado a vê-lo no comando do programa.


Jay Leno

Esnobado pela NBC, Letterman recebeu uma oferta de 40 milhões de dólares da CBS para apresentar seu próprio talk show no cobiçado horário das 23h30 (concorrendo diretamente com Jay Leno). A proposta do canal rival fez a NBC entrar em desespero: a rede queria manter David em sua programação a qualquer custo. Para isso, eles consideraram demitir Leno e substituí-lo por David (apesar dele estar no posto faz menos de 1 ano) e dar a ele seu próprio talk show no horário nobre, antecedendo o Tonight Show.

No fim das contas, nada foi feito e Letterman foi para CBS onde, a partir de 1993, ganhou o comando do The Late Show. O programa foi, desde seu inicio, um grande sucesso e, inicialmente, ganhou a batalha de ratings, superando Jay Leno e a NBC com facilidade.

Porém, aos poucos o Tonight Show começou a se recuperar. Jay ficou mais seguro e o programa ganhou uma remodelação total, com novo cenário e até ângulos de câmera diferenciados. Isso ajudou a fazer com que a distância entre os talk shows se estreitasse.

Em 1995, Hugh Grant, que na época namorava Elizabeth Hurley, foi pego transando com uma prostituta em seu carro. Ele foi preso (prostituição é ilegal na California) e o escândalo foi manchete no mundo inteiro.

Apesar da controvérsia, Grant, que estava programado para aparecer no Tonight Show na mesma semana, não cancelou sua aparição no talk show de Jay Leno. Isso beneficiou gigantescamente a emissão pois seria a primeira aparição pública do ator britânico depois da prisão. Como esperado, o Tonight Show bateu recordes de audiência e, desde então, nunca mais perdeu a liderança.

Mesmo com a saída de Letterman, o Late Tonight continuou no ar. O programa havia sido herdado por Conan O'Brien, um jovem comediante que havia sido roteirista de Os Simpsons e do Saturday Night Live.

Conan logo se tornou um enorme sucesso, principalmente entre o público jovem que se identificava com ele (muito mais jovem do que o típico apresentador de late night) e seu humor. Além disso, O'Brien criou uma série de personagens e sketches que se tornaram enormes sucessos como Triumph, the Insult Dog, um cachorro que era extremamente ofensivo com celebridades.

Em 2004, chegou a hora de Conan O'Brien renegociar seu contrato. O comediante naturalmente tinha pretensões de apresentar seu próprio talk show no horário central. Para evitar que Conan, que estava sendo cobiçado por várias outras emissoras, deixasse o canal, como Letterman havia feito, a NBC prometeu que, em 5 anos, ele substituiria Jay Leno.

A inusitada cláusula do contrato causou polêmica. Em primeiro lugar, Leno nunca tinha manifestado nenhum interesse em deixar o Tonight Show. Além disso, ele continuava o incontestável líder no horário.

Mas Jay reagiu bem a notícia. Logo após o comunicado oficial em relação a decisão da NBC, ele disse no ar que passaria o programa adiante sem nenhum tipo de resistência (afinal o programa era como uma dinastia) e que, na opinião dele, a unica pessoa que podia apresentar o Tonight Show depois de completar 60 anos era Johnny Carson.

Os anos foram se passado e a NBC entrou em uma grande crise: com o fim de Friends, Fraisier e outros sitcoms de sucesso e a queda de popularidade de ER, a rede começou um declínio de audiência e pouquíssimos programas do canal conseguiam bons números.

O ano de 2009 finalmente chegou. Jay Leno continuava como o líder do late show e a NBC novamente entrou em desespero: com a saída dele da grade, Leno iria para outro canal e, caso a audiência migrasse junto, a NBC perderia a liderança num dos poucos horários em que eles ainda eram primeiro lugar.

Finalmente, os executivos do canal resolveram oferecer a Jay a mesma coisa que tinham pensado em oferecer a Letterman no começo dos anos 90: seu próprio talk show no horário nobre (as 10 da noite, ao invés das 23h30).

Para a NBC, essa oferta faria sentido pois eles economizariam milhões de dólares ao exibir um programa de entrevista, por tanto mais barato, cinco vezes por semana em vez de cinco seriados diferentes e caros. Além disso, eles manteriam Leno na casa.


NBC: fiasco atrás de fiasco

Para todo o resto do mundo, porém, essa idéia era uma idiotice tremenda: roteiristas, atores e produtores ficaram irritadissimos pois estavam perdendo horários na grade, anunciantes ficaram bastante incertos sobre um talk show no horário nobre e todos concordaram que era um tremendo desrespeito com Conan colocar, de novo, Jay Leno no horário antes dele, desprestigiando assim o Tonight Show.

Mesmo assim, a NBC não só resolveu ir adiante com o plano como também prometeu a Leno pelo menos 2 anos na grade, com uma multa altíssima em canso de cancelamento.

Em junho de 2009, The Tonight Show with Conan O'Brien finalmente estreou. Inicialmente, o programa marcou audiências decentes. Porém, os números começaram a cair e aconteceu o que a NBC tanto temia: eles perderam a liderança do late night para Letterman.

Alguns meses depois, em setembro, The Jay Leno Show entrou no ar. O programa começou com números altíssimos (de novo, Leno deu sorte com o convidado: Kanye West, alguns dias depois dos VMAs) e, rapidamente, entrou em queda.

Todas as apostas da NBC deram erradas, as mudanças foram desastrosas e o canal resolveu reordenar tudo: o plano deles era mover o Jay Leno Show para as 23hs (evitando assim pagar a multa milionária) e o Tonight Show entraria no ar a meia-noite. Daí o Late Night Show (apresentado por Jimmy Fallon) iria ao ar 1 da manhã e o Last Call with Carson Daly seria cancelado.

Jay aceitou a proposta mas Conan não. Ele argumentou que, tirando o Tonight Show do seu horário tradicional, a NBC estaria prejudicando enormemente um dos franchises mais valiosos da TV e que a mudança seria um desrespeito tanto com Jimmy quanto com Carson.

A NBC então bateu o martelo: Leno voltaria ao seu posto no Tonight Show e Conan seria demitido. E foi ai que a verdadeira batalha entre os dois apresentadores começou.


Conan O'Brien

Os principais comediantes dos EUA mostraram apoio a Conan, entre eles Rosie O'Donnel, Ben Stiller, David Letterman, Jon Stewart, Ricky Gervais e Jimmy Kimmel (que aproveitou uma aparição no programa do Jay Leno para dar vários foras no apresentador). No Saturday Night Live (que também é exibido pela NBC), Seth Rogen também foi extremamente vocal em seu apoio por Conan.

O público jovem, que sempre teve uma enorme afinidade com o humorista, também se uniu, organizando grandes protestos em diferentes cidades.

Na internet, a campanha I'm with Coco virou um gigantesco sucesso, com o pôster criado pelo artista gráfico Mike Mitchel (que lembrava o iconico cartaz Hope, criado para campanha de Barack Obama) sendo difundido em centenas de blogs e artigos. De acordo com pesquisas, 88% dos tweets sobre o assunto mostravam apoio a Conan. No Facebook, mais de 1 milhão de pessoas se juntaram a grupos e páginas apoiando o comediante (as duas maiores, I'm with Coco e Team Conan, tem 873 mil e 213 mil membros respectivamente).

Apesar de tudo, a decisão da NBC já havia sido tomada e foi decidido que o último Tonight Show with Conan O'Brien iria ao ar no fim de janeiro, apenas 7 meses depois dele ter assumido o cargo (lembrando que Jay Leno só conseguiu se tornar o programa número 1 do late night após 4 anos).

A controvérsia ajudou o programa a bater recordes de audiência. "Os ratings subiram 50% essa semana. Ao ouvir isso, os executivos da NBC disseram 'viu? Você realmente não pertence a essa emissora'", brincou O'Brien em um de seus monólogos.

As semanas finais do programa de Conan foram lotadas de piadas sobre a situação. Em outro de seus monólogos, o humorista concluiu que 7 meses não era tão pouco tempo e, para enfatizar o ponto, listou várias coisas que duraram menos: o casamento de Pamela Anderson e Kid Rock (5 meses), a popularidade do cara do Leave Britney Alone (4 meses), o primeiro e o terceiro período de Lindsay Lohan como lésbica (3 meses e 5 meses), o 17º rosto de Joan Rivers (6 semanas), o interesse no lado da história de Denise Richards (18 horas) e o enredo de Lost sendo vagamente compreensível (3 meses).

Além disso, como "vingança" à NBC, ele resolveu fazer uma série de sketches com custos milionários: num deles, ele disfarçou o carro mais caro do mundo (um Bugatti Veyron) como um rato enquanto (I Can't Get No) Satisfaction dos Rolling Stones tocava ao fundo (para tocar essa música na TV, a emissora tem que desembolsar muitíssimo dinheiro em royalties). Em outro sketch, ele mostrou cenas do Super Bowl cujo valor de retransmissão são caríssimos. Finalmente, num terceiro sketch, O'Brien mostrou um fóssil de dinossauro (diretamente do Smithosonian Institute) com uma mangueira que jogava caviar beluga numa pintura "original" de Picasso (que, obviamente, não era verdadeira).

Vários convidados especiais fizeram cameos durante segmentos do programa: o icônico apresentador infantil Pee-Wee Herman foi ao programa explicar, com brinquedos, a confusão. Já o comediante Norm McDonald apareceu para entregar a Conan um cartão que ele estava procrastinando dar desde junho e que dizia "parabéns por finalmente conseguir o posto permanente de apresentador do Tonight Show. Isso é algo que ninguém nunca vai poder tirar de você". Na pele do personagem Kenneth Parcell do seriado 30 Rock, Jack McBryer interrompeu o monólogo de Conan para mostrar as instalações para um grupo de turistas, observando que "a NBC gastou mais tempo construindo esse estúdio do que utilizando-o".

Já Jay Leno optou por se esquivar do assunto, raramente se dirigindo a polêmica ou a Conan durante seu programa.

Para deixar o cargo de apresentador do Tonight Show, Conan O'Brien recebeu 45 milhões de dólares da NBC e o direito de voltar ao ar em outra emissora em setembro, menos de 1 ano depois de sua partida. Porém, todos os personagens que ele criou (como Triumph, the Insult Comic Dog) continuarão sob propriedade da emissora.

A controvérsia beneficiou Conan, que recebeu proposta de quase todos os canais (tudo indica que ele irá para a Fox), porém afetou gigantescamente Jeff Zucker, CEO da NBC, e Leno. Muitos acreditam que a imagem do apresentador está permanentemente manchada e que ele não conseguira recuperar o apoio do público.

Jay começou sua campanha de reabilitação de imagem dando uma entrevista a maior personalidade televisiva dos EUA, Oprah Winfrey (cujo transcript completo está disponível aqui) contando pela primeira vez seu lado da história. Leno volta ao comando do Tonight Show em março, após as Olimpíadas de Inverno.

No final das contas, quem criou toda essa confusão foi a NBC cujos executivos foram responsáveis por péssimas decisões ao longo dos anos (não a toa eles estão em quarto lugar nas audiências faz anos). Jay pode ou não ter agido de forma egoísta mas, como ele disse para Oprah, it's all business. E, na próxima temporada, muito provavelmente Conan estará em outra emissora, com seu próprio talk show competindo contra o Tonight Show e ambos finalmente concorrerão de maneira justa. Que vença o melhor.

A unica coisa que eu quero é que a HBO atenda ao último pedido feito por Conan em seu monólogo final: que, quando eles produzirem um filme sobre todo esse fiasco do late night da NBC, o papel dele seja interpretado pela atriz ganhadora do Oscar Tilda Swinton. Porque, realmente, a semelhança física dos dois é impressionante (e ó, ela super já aceitou).


Academy Award winning actress Tilda Swinton

3 comentários:

  1. Muito bom... O único site em português que explicou toda a história que tanto queria entender.

    ResponderExcluir
  2. TAmbem sempre quis saber essa historia , parabens!!!

    ResponderExcluir
  3. nossa, agora sim eu entendi, muito obrigado

    ResponderExcluir

Quem sou eu