Depois de anos sendo um pop culture junkie, finalmente resolvi canalizar minhas energias em algo útil (assim, dependendo da sua perspectiva). Esse blog tem, portanto, o objetivo de documentar quem está causando na cultura pop mas não comentando do óbvio e sim antecipando tendências e o que está por vir. E-mail me @ tacausando@gmail.com. Mais sobre a nossa proposta.

quarta-feira, 24 de março de 2010

News round-up

Tô cheio de inspiração para posts no Tá Causando. A questão é: será que vou ter tempo e paciência para fazer tudo que eu planejo?

We'll see, we'll see.

Mas, por enquanto, vou só linkar umas matérias que eu acho que são must read para os fãs de cultura pop.



Jersey Shore foi um dos maiores fenômenos pop do ano passado. Agora, a MTV irá tentar recriar o fenômeno em mais de 30 países. Será um desafio pois os telespectadores internacionais não estão familiarizados com os estereótipos de New Jersey retratados no programa (guidos, guidettes, etc). Por isso, o canal está investindo numa pesada campanha de marketing que chama a atenção para a enorme repercussão que o programa causou nos EUA e tentar introduzir o conceito de guidos para o mundo ("Músculos + gel + camas de bronzeamento artificial = sexo") assim como os bordões e trajeitos que o programa popularizou nos EUA (fist-pumping, GTL, entre outros). O New York Times tem uma matéria muito interessante sobre o assunto.



Brace yourselves, ladies & gentleman, Sarah Palin vai continuar sendo uma grande celebridade. Vocês já ouviram falar nela, né? A moça governou o Alaska e foi escolhida como vice-presidente de McCain, o representante republicano das últimas eleições. A adorável Palin faz George W. Bush filho parecer um senhor inteligente e tolerante. Em sua primeira entrevista televisiva, que por si só virou um fenômeno pop e foi transformada numa paródia altamente popular do Saturday Night Live estrelando Tina Fey (melhor parte: o roteiro que fez todo mundo rolar de rir eram FALAS NÃO MODIFICADAS DA REAL ENTREVISTA), Palin se mostrou extremamente burra, afirmando que tinha muita experiência com política externa (apesar de não ter passaporte) pois "da minha casa eu consigo ver a Rússia". Ao ser perguntada se ela lia algum jornal ou revista, Palin disse que sim mas não conseguiu citar UM NOME sequer. Isso mesmo, ela não conseguiu citar UMA revista ou jornal. Enfim, a entrevista inteira tá aqui.

Obviamente, Palin e McCain não ganharam as eleições mas Sarah, sexista, homofóbica, intolerante e ignorante, virou uma ídola para milhões de americanos conservadores. No Facebook, ela tem mais de 1 milhão de fãs. Sua autobiografia, Going Rogue, co-escrito por uma neo-nazi, foi o livro mais vendido no ano passado nos EUA.

A ex-governadora, uma ex-miss, nunca escondeu seu desejo de se tornar famosa. E, depois de uma longa briga entre o A&E e o Discovery, finalmente foi anunciado que o Discovery ganhou o direito de exibir o programa e irá fazê-lo no TLC (canal que popularizou os adoráveis Jon e Kate Gosselin). Alguns dizem que eles irão pagar mais de 1 milhão de dólares por episódio, um recorde. Mas faz sentido: Palin atraí audiências gigantescas (por exemplo, sua aparição no programa da Oprah fez o talk-show alcançar sua maior audiência em anos).

Uma palavra que descreve o fenômeno Palin: assustador. Mas infos. sobre o reality show no Hollywood Reporter.

Falando em republicanos, James Cameron, diretor dos dois filmes de maior bilheteria da história, Avatar e Titanic, não poupou palavras contra eles na conferência de imprensa que promovia o lançamento do DVD de seu último filme. Ele atacou especificamente Glenn Beck, um comentarista político de extrema direita que também é um gigantesco sucesso nos EUA.



Se você também está confuso sobre o novo fenômeno tween Justin Bieber (sobre quem eu já falei a respeito aqui), o Gawker tem um guia sobre o garoto que, além de ser engraçado e sucinto, é realmente bem informativo.

No mais, Josh Schwartz e Stephanie Sevage, criadores e produtores de dois grandes sucessos adolescentes, The OC e Gossip Girl, criam um império juntos e o DVD de Lua Nova, o segundo filme da saga Crepúsculo, bate recorde ao vender mais de 4 milhões de cópias em uma semana.

C'est tout. Stay tuned por que mais tarde tem Tabloid Wednesday.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

Quem sou eu